quarta-feira, 22 de março de 2017

2017 Quarteira ETU Triathlon European Cup










Quarteira is back to host the European Cup . This is the 16th edition of the race that will bring together more than 500 athletes from several countries, 1 and 2 April. The organization in charge is the Portuguese Triathlon Federation, the municipality of Loulé, European Triathlon Union and parish of Quarteira.

Present in the European Cup will be the best current international and Portuguese athletes, including Vanessa Fernandes, João Pereira, Miguel Arraiolos and Melanie Santos, among many others.
“This is already a tradition in Quarteira and very important for  triathlon. In addition to being a tribute to a great mentor, professor Carlos Gravata, is proof that it has gained participants over the years, consolidating itself progressively in the European field. This year, and similar to what happened last year, we’re going to have the cream of the national and International Triathlon, which is very good, not only for the recognition of Triathlon in Portugal, as for tourism in the Algarve and the country in General,”highlights Vasco Rodrigues, President of the Federation of Triathlon of Portugal.



Saturday, April 1st

13:45 Women Elite Start

16:30 Men Elite Start


Sunday, April 2nd

08:45 Women Junior Start       
    
10:00 Men Junior Start Race Venue
  





elite courses

start list



2017 New Plymouth ITU Triathlon World Cup






New Zealand’s only ITU World Cup Triathlon has again attracted a stellar field of international athletes, with 18 countries and ten of the top twenty triathletes  in the world set to be represented in New Plymouth on April 2nd, with recent Abu Dhabi World Series winner Andrea Hewitt headlining the local charge to the podium.


SUNDAY APRIL, 2ND

11:00                      Elite Women Race Start





13:00                      Elite Men’s Race Start


start list





terça-feira, 28 de fevereiro de 2017

Abu Dhabi Tour 2017


After having tasted the joy for the victory, it's time to analyze the value of what has been achieved.

"This victory will inspire the young riders in the UAE and will increase the level of the passion for cycling". These words from UAE Team Emirates's president, Matar Al Dhaheri, points out the most important meaning of Rui Costa's victory in the 3rd edition of the Abu Dhabi Tour.

The success of a top rider, the triumph of a well motivated team, the celebrations of sponsors which recently joined the cycling world and which immediately obtains satisfaction in the home race.

The 21 turns of the Yas Marina Circuit, to be covered 26 times, gave to Rui Costa the definitely confirmation of the leadership in the final general classification.
In the the last stage of the World Tour race (143 km), UAE Team Emirates succeeded to defend the red jersey of the Portuguese captain, despite the rain kept falling on Abu Dhabi for the whole day and the whole stage: Rui Costa adds his name to the list of the winner of the race, after Chaves (2015) and Kangert (2016).

A breakaway in the first part of the stage required extra efforts from the members of the Emirati team, because among the attackers there was Valls, whose gap from Rui Costa in the GC was 1'15".
The riders directed by the duo Marzano-Scirea were fabulous in controlling the situation and they received also the support from the sprinters' team: the breakaway was neutralized before the final part of the race and a bunch sprint assigned the stage victory to Ewan.

Thr advantage of Rui Costa in the final general classification is 4" on Zakarin and 16" on Dumoulin (3rd).

The group spirit of UAE Team Emirates was awarded with the victory in the teams classification, which was achieved thanks to the results of Rui Costa, Ulissi (11th at 1'08") and Meintjes (20° at 1'15"). In photo (Bettini), the award cerimony.

In the UCI World Tour classification, UAE Team Emirates is 5th.

"It was not a relaxing day, today stage was a real demanding competition and the rain and the wet road added uncertainty to the race, however I was sure that my team would have led the to the top goal - Rui Costa explained - My team mates escorted me during the whole race, we were alway pedaling in the front positions avoiding inconveniences, I feel we really deserved this victory, which was obtained also thanks to the extra-motivations we received by being aware of representing a whole Nation.

This is a special victory, which was obtained in the home race for the team and for the sponsors and which was achieved at the end of a program which started during winter and that, passing through demadning trainings, gave the the opportunity to achieve many satisfactions in this first part of the 2017 season.

I'll focus my efforts on the next appointment, which is the Tirreno-Adriatico, it will be interesting to check if I'll be able to obtain the best once again from my good form".



sito internet: www.uae-abudhabi.com/uae
e-mail: team@uae-abudhabi.com
Andrea Appiani (responsabile comunicazione): cell. +39 335 326153















FINAL GENERAL CLASSIFICATION

1- Rui Costa 15h42'21"
2- Zakarin 4"
3- Dumoulin 16"
4- Mollema 38"
5- Alaphilippe 53"
11- Ulissi 1'08", 20- Meintjes 1'20", 88- Mori 11'46", 117- Consonni 12'18", 127- Guardini, 14'58"





quinta-feira, 16 de fevereiro de 2017

Thank you note......


Today I was greeted by a thank you note that came with a special gift, a picture.....


Just to say I´m very grateful to be able to work with some of the best triathletes in the World and now and again you get a little acknowledgement  for the work and help you provide to them.


Thank you



terça-feira, 31 de janeiro de 2017

2017 ITU WORLD TRIATHLON ABU DHABI









2017 ITU WORLD TRIATHLON ABU DHABI

MARCH 3-4, 2017

             


The 2017 ITU Triathlon Series is starting soon in Abu Dhabi






Start lists

New Course


quinta-feira, 5 de janeiro de 2017

Very honoured to represent Team USA - USA Triathlon in RIO16



                      




Feel very grateful and honoured for the opportunity that I was given to be able to help TEAM USA and USA Triathlon achieve the best results and success possible and work with very professional, dedicated, passionate and friendly group of people.

My sincerest thank you to all the athletes and support staff that I had the pleasure to share and work with in this wonderful journey.







 The best of luck to all and see you again in Tokyo 2020






where it all happened.....


Me and Bobby McGee


The main man, Coach Evans.....





Sherpa and I....

 The rings


The Team behind the TEAM



All dressed up and with places to go to.......


We did it guys!


Jumping with joy.......


"our" triathletes.....





 Closing Ceremonies


the pinnacle of the "Games"........


Triathlon Gold medalist, Gwen Jorgensen - Rio16



See you in Tokyo 2010

quarta-feira, 4 de janeiro de 2017

Mensagem do Presidente recém-eleito, Vasco Rodrigues






No dia 3 de Janeiro, pelas 18h00, nas instalações do Comité Olímpico de Portugal, foram empossados os novos corpos sociais da Federação de Triatlo de Portugal.
Eis a mensagem do Presidente recém-eleito, Vasco Rodrigues:
É com enorme orgulho e sentido de responsabilidade que me encontro hoje aqui! Estas foram umas eleições especiais, não só pela existência de 3 candidaturas, mas também pelo equilíbrio dos resultados! Foi um processo que valorizou a modalidade, quer pelas ideias apresentadas quer pela forma democrática e pacífica como todas as equipas abordaram a campanha! Assim, felicito e agradeço a todos os intervenientes pela sua entrega e desejo as maiores felicidades a todos os órgãos eleitos, colocando-me desde já à sua inteira disposição.
Além da responsabilidade de cumprir com o projeto apresentado e integrar os contributos das restantes candidaturas, tenho ainda o dever de olhar para o passado e daí tirar as melhores lições, pois só conhecendo e respeitando o passado se pode gerir o presente e projetar o futuro.
De facto, os meus antecessores e suas equipas deixaram-nos um legado de dinâmica, rigor e dedicação que nos empurram para patamares de exigência bem elevados, os quais teremos de superar! Lembro que em pouco mais de 30 anos de existência, o Triatlo atingiu resultados e uma notoriedade invejáveis, fruto, sobretudo, de uma abordagem revolucionária e de um trabalho notável de dirigentes, atletas e funcionários.
Com as dificuldades inerentes à implementação de uma nova modalidade num país com os índices desportivos da altura e com a concorrência de modalidades com enorme fulgor, a Federação de Triatlo de Portugal assumiu essa responsabilidade com toda a energia e argúcia que lhe competia e desenvolveu um modelo de Alto Rendimento pioneiro e que lhe trouxe o merecido sucesso pela audácia do seu projeto! O Triatlo é hoje uma das modalidades com melhores resultados internacionais e com uma abrangência de provas que se estende a todo o território nacional!
Contudo, e reconhecendo o enorme trabalho desenvolvido por todos, consideramos que o Triatlo só poderá manter a sua senda de desenvolvimento se mudar o seu paradigma!
É nosso entender que o modelo centralizado que funcionou até agora será uma barreira para o futuro! Numa fase em que a massa crítica existente na modalidade se disseminou por todo o país, em que os clubes possuem já a capacidade, dinâmica e interesse para desenvolver em autonomia os seus projetos, a FTP tem de se reposicionar e redefinir o seu papel, aproximando o seu modo de atuação à das suas congéneres nacionais e internacionais!
O nosso objetivo para este ciclo passa assim por, gradualmente, transferir para os clubes e demais agentes da modalidade a responsabilidade pelo desenvolvimento do triatlo, passando a FTP a assumir funções de supervisão e motivação dos diferentes projetos que surjam em torno da modalidade! Nestes 4 anos queremos deixar de ser os executores para passarmos a ser os catalisadores da modalidade, aproximando a Federação dos seus membros e parceiros e garantindo-lhes as ferramentas necessárias para que cada um possa assumir a sua responsabilidade e tenha a sua oportunidade dentro da modalidade!
Para concretizar este objetivo pretendemos reformular toda a atuação da FTP, obrigando a uma significativa reestruturação interna e dos próprios Programas desenvolvidos mas, sobretudo, teremos de apostar fortemente no estabelecimento de robustas e profícuas parcerias!
E estas parcerias vão muito além do apoio ou autonomização dos clubes, à formação de treinadores ou à promoção do desenvolvimento regional! A capitalização da modalidade é fundamental para atingirmos os nossos objetivos e isso passará necessariamente pela aproximação ao setor privado, pela garantia de maior notoriedade e visibilidade dos nossos eventos e atletas, pela consolidação da relação com os órgãos estatais, pela aproximação aos estabelecimentos de ensino básico, secundário e superior ou pelo cimentar das relações com as nossas congéneres internacionais e com a Federação Europeia e Mundial.
Outros parceiros fundamentais neste processo são as outras Federações nacionais! Temos de agir conjuntamente e lutar por causas comuns como a reestruturação da educação física no programa escolar, a garantia de reconhecimento e apoio para os nossos atletas, bem como de uma carreira após o final do seu ciclo desportivo, a garantia de condições profissionais para os nossos treinadores de Alto Rendimento! Acima de tudo, cabe-nos colocar o desporto no seu devido lugar e dar-lhe o peso social que lhe compete!
De facto, o Desporto é um fator chave em qualquer sociedade, não só pela sua vertente competitiva ou de promoção e afirmação nacional, ou pelos benefícios da atividade física na saúde, mas também pela sua dimensão social, cultural e de desenvolvimento do ser humano! É fundamental que os portugueses percebam todas as dimensões do desporto para que este passe a ser uma realidade na vida de todos!
Mas, se temos de agir para garantir as condições de massificação do acesso à prática desportiva em todos os grupos-alvo, um dos principais focos será sempre o Alto Rendimento, a face mais visível do fenómeno desportivo! E aqui interessa olhar para o que se faz lá fora! Não podemos ficar reféns da situação financeira do país mas temos de, dentro da nossa realidade, encontrar os mecanismos para potenciar os nossos atletas e os seus resultados! E isso só acontecerá quando todos os agentes desportivos agirem concertadamente!
Os orçamentos desportivos das grandes nações são assustadores, a sua base de recrutamento é colossal, mas também é verdade que diversas nações mais humildes atingem os mesmos patamares de exceção! E, em todos os atuais casos de sucesso, encontramos o mesmo denominador comum: a associação estreita entre rendimento desportivo e ciência!
Tentando perspetivar estes 4 anos e a concretização do projeto apresentado, destaco 4 pontos essenciais para o nosso sucesso:
1º – Implementação de um Projeto de Desenvolvimento Local que aproxime municípios, escolas e clubes e que culmine com o desenvolvimento e autonomização das Associações Regionais, pegando no bom exemplo que temos na Madeira;
2º – A alteração do modelo competitivo, deixando a Federação de organizar todas as provas e passando a assumir funções de supervisão, como referido anteriormente;
3º – Garantir a formação atempada de um projeto de Esperanças Olímpicas para 2024, que permita aos nossos atletas mais jovens irem ultrapassando paulatinamente os seus patamares evolutivos e melhorando os seus índices de confiança e adaptação à realidade internacional;
4º- Garantir as condições de trabalho aos nossos atletas e treinadores de Alto Rendimento para que possam atingir todo o seu potencial por altura dos Jogos Olímpicos de Tóquio!
Com objetivos muito concretos:
– manutenção da presença de 3 atletas masculinos, com perspetiva de uma medalha.
– qualificação de 2 atletas femininas e equacionar a possibilidade de termos representação nos Jogos Paralímpicos! Estas duas áreas são fundamentais para nós, por motivos óbvios mas também pelos princípios de equidade, oportunidade e integração que pretendemos para a modalidade!
E porque o mais importante deixamos sempre para o fim, não posso terminar sem referir 2 pessoas que estiveram connosco desde o início deste processo e que, infelizmente, já não estão entre nós! O David Vaz e o Nuno Dias são 2 figuras incontornáveis do Triatlo e do Desporto Nacional e que estiveram na génese deste projeto! Deixaram a sua marca no Triatlo mas também no Atletismo, Ciclismo, Natação, Remo, entre outas modalidades! Deixaram certamente marcas de amizade e companheirismo em todos os lados por onde passaram e compete-nos agora cumprir com o plano que eles ajudaram a definir!
Aproveito ainda a oportunidade para desejar um Bom Ano a todos e lembrar que o sucesso do Triatlo depende do contributo e empenho de todos nós!
Bem hajam!
Vasco Rodrigues
foto:Triatl3ta

quinta-feira, 29 de dezembro de 2016

2016 Miyazaki ITU World Cup



2016 Miyazaki ITU Triathlon World Cup
                                                                                                                    29 Oct, 2016 •  Miyazaki, Japan





Ai Ueda has finished 2016 on a high winning at home in front of a parochial crowd that lifted her to the inaugural Miyazaki ITU World Cup title today.
Following a strong year of results, claiming bronze in front of a home crowd at WTS Yokohama, and silver last weekend at the Tongyeong ITU World Cup she again saved her best performance to last with a come from behind win. Summer Cook (USA) took the silver and compatriot Renee Tomlin (USA) bronze.




women´s highlights


women´s results

 It was an event that provided a podium of firsts as Spaniard Uxio Abuin Ares captured back to back wins and the first gold medal at the inaugural 2016 Miyazaki ITU World Cup. While the other two podium spots were earned by Joao Silva (POR) and Gregory Billington (USA), backing up from a top ten finish in Tongyeong last weekend.





men´s highlights


terça-feira, 20 de dezembro de 2016

Federação de Triatlo de Portugal tem novo Presidente



A direcção da FTP foi às urnas e conta com novo Presidente para o próximo mandato 2017-2020

Vasco Rodrigues estará à frente da FTP como presidente e suponho que vai trabalhar para que todas as ideias sejam concretizadas para bem dos atletas e toda a familia do Triatlo em Portugal.

Parabéns Vasco Rodrigues.




Triatlo 2020: O Futuro Hoje!